Na Cadência da Bateria

CADÊNCIA DA BATERIA

O maior encontro de bandeiras de Niterói

ALEGRIA, ALEGRIA

CARNAVAL É NA CADÊNCIA

RAINHAS e PASSISTAS

Reconhecimento da Cadência às Musas da Passarela

CADÊNCIA DA BATERIA

O ponto de encontro de Mestres e Ritmistas

NA CADÊNCIA DA BATERIA 2018

O CARNAVAL DE NITERÓI PASSA AQUI

NA CADÊNCIA DA BATERIA

O maior acervo do Carnaval de Niterói

CADÊNCIA DA BATERIA

Carnaval de Niterói. Ontem e hoje!

.

.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Alegria da Zona Norte é a grande campeã do Carnaval de Niterói

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018
Foram apenas oito desfiles até alcançar o mais alto patamar do carnaval. Evoluindo ano a ano desde seu primeiro desfile na Rua da Conceição, ainda como bloco, em 2011, a Alegria da Zona Norte já pode ser considerada uma das grandes do Carnaval de Niterói. 

O presidente Chaynne Azevedo ergue a taça diante do povo da Bernardino (foto: divulgação | Neltur)

A grandeza da escola não se mede só pelo título - que já poderia ter vindo em 2017, não fosse o problema com o cronômetro - mas pela organização, pelo time, pela competência de seus dirigentes e pelo chão que a comunidade da Bernardino tem mostrado na Rua da Conceição. Um título incontestável e valorizado porque foi conquistado em disputa acirrada com o Império de Araribóia, outra agremiação cada vez mais perto do título. Foram dois vice-campeonatos nos dois últimos desfiles e terceiro lugar no triênio 2014/15/16. 

Para o presidente da Alegria da Zona Norte, Chaynne Azevedo a conquista foi fruto de um trabalho de equipe. “Desde 2016 demos prioridade à montagem de um time. Formamos uma equipe muito forte com todos muito focados. Tivemos a sorte e um pouco de competência. Dedico esse título à toda comunidade e todos os amigos”, disse  o presidente Chaynne à Cadência.

A Sabiá, que apresentou um dos melhores enredos do ano e um samba de excelente qualidade, ficou em terceiro lugar, apenas a dois décimos do vice campeão Império.

A atual bicampeã do carnaval, a Folia do Viradouro, ficou em quarto. Um 9.6 em Alegorias e um 9.7 em Harmonia tiraram a escola de Santa Rosa do sonho do tri.

Já a Combinado do Amor, apontada pela Cadência como um dos melhores desfiles da noite, ficou em 5º. As baixas notas nos quesitos Mestre-Sala e Porta-Bandeira (9,6/9,7) e Samba Enredo (9,8/9,5) derrubaram a escola do Caramujo.

Em sexto lugar ficou a Souza Soares. A escola “gabaritou” apenas o quesito Conjunto, com dez dos dois jurados, nos demais a escola perdeu pelo menos um décimo por quesito.

Os quesitos plásticos tiraram a chance de disputa da Região Oceânica, que acabou em sétimo. Ao todo foram 8 décimos perdidos em Fantasias, Alegorias e adereços. Samba, Bateria, MSePB e Comissão de Frente receberam dez dos dois jurados.

Apontada pela Cadência como uma das candidatas ao título, a Magnólia Brasil ficou em um 'inexplicável' oitavo lugar, à frente apenas das rebaixadas Grupo dos 15 e Mocidade de Icaraí.

No Grupo B, festa da Ilha da Conceição

Contando a história da Matriarca Luiza, baluarde da extinta União da Ilha da Conceição, o Experimenta finalmente chegou à elite do carnaval da Cidade. A escola já vinha realizando bons desfiles nos últimos anos e foi credenciada a participar do grupo principal em 2019. 

Casal da Ilha garantiu nota máxima (foto: divulgação | Neltur)

Como a Cadência previa, a disputa pelo acesso foi acirrada com o Bafo do Tigre e o Balanço do Fonseca. Vice campeão, o Bafo está de vola ao grupo principal. Outra agremiação apontada como candidata pela Cadência, a Garra de Ouro, ficou apenas em quinto lugar atrás do Tá Mole mas é Meu. Completaram a classificação o Unidos do Sacramento em sexto, o Bem Amado em sétimo, o Cacique da São José em oitavo, os amigos da Ciclovia em nono e o Galo de Ouro em último lugar. A escola gonçalense foi rebaixada.

No Grupo C, surpresas

A União da Engenhoca foi a grade campeã e está de volta ao Grupo A, com um desfile de resgate da comunidade de um dos principais redutos de samba de Niterói. Emocionado, o presidente Anderson Canela reuniu seus diretores logo após o anuncio do campeonato da escola para agradecer.”O meu choro é um choro de alegria. Foram muitas dificuldades, não tínhamos um local para ensaiar. Ano passado não conseguimos, mas este ano levantamos a cabeça e mostramos a quem nos virou as costas que somos capazes. Obrigado a todos”, agradeceu o presidente. 

Pé Quente, a Rainha Raissa Coimbra, estreou no posto com título (foto: acervo pessoal)

Já o segundo lugar, configurou a maior discrepância do carnaval 2018. O Tá Rindo Porque, que abriu os desfiles da terça-feira com uma fraca apresentação, ficou à frente das favoritas Independente do Boaçu, Unidos do Castro e Fora de Casa, e da Banda Batistão, todas com apresentações muito superiores ao ‘Tá Rindo’. Completam a classificação do Grupo C o Grilo da Fonte, em oitavo, o Unidos do Barro Vermelho, em nono e o União do Maruí em último. Essas três últimas agremiações estão eliminadas.

RESULTADO GERAL – CARNAVAL NITERÓI 2018


GRUPO A

1ª – ALEGRIA DA ZONA NORTE
2ª – IMPÉRIO DE ARARIBÓIA
3ª – SABIÁ
4ª – FOLIA DO VIRADOURO
5ª – COMBINADO DO AMOR
6ª – SOUZA SOARES
7ª – UNIDOS DA REGIÃO OCEÂNICA
8ª – MAGNÓLIA BRASIL
9ª – GRUPO DOS 15
10ª – MOCIDADE INDEPENDENTE DE ICARAÍ

GRUPO B

1ª – EXPERIMENTA DA ILHA DA CONCEIÇÃO
2ª – BAFO DO TIGRE
3ª – BALANÇO DO FONSECA
4ª – TÁ MOLE MAS É MEU
5ª – GARRA DE OURO
6ª – UNIDOS DO SACRAMENTO
7ª – BEM AMADO
8ª – CACIQUE DA SÃO JOSÉ
9ª – AMIGOS DA CICLOVIA
10ª - GALO DE OURO

GRUPO C
1ª – UNIÃO DA ENGENHOCA
2ª – TÁ RINDO POR QUÊ?
3ª – INDEPENDENTE DO BOAÇU
4ª – UNIDOS DO CASTRO
5ª – FORA DE CASA
6ª – BANDA BATISTÃO
7ª – GRILO DA FONTE
8ª – UNIDOS DO BARRO VERMELHO
9ª – UNIÃO DO MARUÍ

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Império de Araribóia e Alegria da Zona Norte favoritas do Grupo Principal

Combinado do Amor e Magnólia Brasil também podem sonhar com o título
Quarta-feira, 15 de fevereiro de 2018
Equipe Carnaval 2018: Eduardo Poeta | Professor Mariano | Léo Ramos | edição Luiz Eugenio

A segunda noite de desfiles do carnaval 2018 de Niterói trouxe à passarela da "Conceição" muita empolgação, originalidade e amor ao samba, mas foi marcada por atrasos. Os desfiles que tinham previsão de término para o início da madrugada, terminou quase às cinco horas da manhã devido às apresentações das escolas convidadas Unidos do Viradouro e Acadêmicos do Cubango.

Império de Araribóia fez um grande desfile

Apesar de ser uma boa oportunidade do sambista niteroiense ver as agremiações da cidade que desfilam na Capital, a apresentação das coirmãs entre as agremiações que estão em competição atrasou o evento e dispersou o público deixando as arquibancadas vazias quando ainda faltavam quatro desfiles.

Outra condição que precisa ser revista no carnaval de Niterói é a divisão do Grupo C em dois dias, antecedendo os desfiles dos Grupos A e B. O ideal seria que cada grupo se apresentasse em dias distintos. Da forma como está fica confuso para quem assiste e cansativo para quem desfila.

Muitas reclamações também para o sistema de som da avenida. Não era raro falhar. Em alguns momentos se ouvia um delay entre caixas distribuídas ao longo da passarela.

No Grupo Principal as escolas realizaram boas apresentações mas o número de componentes tem diminuído ano a ano.

De positivo foi o espaço que a Neltur destinou à imprensa. Pela primeira vez em 11 anos de cobertura dos desfiles da Rua da Conceição, a equipe da Cadência da Bateria ocupou um lugar exclusivo que permitiu maior conforto para a equipe. Agradecemos o Diretor de Eventos, João Teixeira e a equipe de comunicação, Mário Sousa e Kika Magalhães pelo apoio e atenção à Cadência.

Escolas do Grupo C abrem os desfiles da terça-feira
Boaçu, Castro e Fora de Casa são favoritos

O Grupo C do carnaval de Niterói é composto por nove agremiações. Cinco delas desfilaram na segunda-feira antes do Grupo B e as demais abriram a noite de terça-feira.

Desfilaram a 'Tá Rindo Por que?', a União do Maruí, com um enredo sobre as marchinhas carnavalescas, a Mocidade Independente do Boaçu e o Unidos do Castro. Com apenas 20 minutos para se apresentarem, a Boaçu que desfilou com o maior contingente do grupo precisou se apressar para cumprir o tempo. Mesmo correndo contra o relógio os sambistas de São Gonçalo realizaram um bom desfile com destaque para o conjunto de fantasias. Logo depois foi a vez do Unidos do Castro com alegorias muito bem acabadas, encerrando a participação das escolas do Grupo C, iniciado segunda-feira. Independente do Boaçu, Unidos do Castro e o Fora de Casa, que se apresentou na  segunda-feira, são as favoritas deste Grupo.

Na elite, briga entre Alegria e Império. Combinado e Magnólia no páreo.

A Mocidade Independente de Icaraí voltou à elite de Niterói e abriu o desfile do principal grupo de escolas da cidade, com um desfile de regular para bom mas aquém do esperado para quem retorna ao grupo principal. Boas fantasias, bateria correta, samba bom, mas sem empolgar. Escola muito menor que em anos anteriores, o que indica muita gente da comunidade ausente.

Com "Fé" Mocidade voltou ao Grupo Principal
A seguir se apresentou a convidada Unidos do Viradouro para delírio dos presentes à passarela. A escola trouxe um grande número de componentes e fez seu desfile em tempo aproximado ao oficial.

Alegoria impecável marcou desfile da Alegria da Zona Norte

Mais de uma hora depois, entrou na Avenida, a Alegria da Zona Norte, segunda escola em competição do Grupo Principal. Com tema afro e com um samba valente, a escola da Bernardino fez um desfile grandioso. Difícil apontar um erro sequer no desfile da Alegria. Tudo pareceu perfeito, desde a organização do conjunto até o acabamento de fantasias e alegorias. O samba, muito bom, funcionou como deveria. Candidatíssima ao título.
A Souza Soares, terceira escola a se apresentar, apesar do esforço e da organização melhor que o ano passado fez um desfile discreto. A história do Mercado São Pedro não pareceu assim tão legal contada pela Souza e a escola também parece sofrer com a falta de sua comunidade.

Ala dos pescadores com alegoria de jangada como destaque no enredo sobre o Mercado São Pedro. 

A bateria 'Couro Esticado' como sempre fez uma bela apresentação, assim como o destaque Paulo Maria, que brilhou no alto da alegoria.
A atual campeã, Folia do Viradouro, trouxe à Conceição um enredo de fácil entendimento retratando os sete pecados capitais. Desfile bom como cabe a uma escola campeã de outros carnavais. 

A Rainha Renata esbanjou simpatia e samba no pé à frente da Bateria de Santa Rosa

Apesar do samba não ser dos melhores da safra, a comunidade aguerrida de Santa Rosa estimulada pela bom apresentação do carro de som, liderado pelo intérprete Gol, estava empolgada. Escola forte, organizada.

Quinta escola da noite, a Unidos da Região Oceânica usou de muita criatividade para retratar o enredo que contava sua própria história. Destaque para o ótimo samba que cresceu na pista fazendo com que a escola realizasse um desfile empolgante, levando o presidente Ginho às lágrimas durante o desfile.

A Comissão de frente da Região Oceânica foi um dos destaques da noite de terça-feira

O Grupo dos XV fez uma apresentação apenas regular. As fantasias tinham bom acabamento e volume, mas de difícil leitura. Desfile correto mas sem empolgar.

Abre alas do Grupo dos 15 com o nome do enredo

Outra escola convidada, a Acadêmicos do Cubango, se apresentou logo após o Grupo dos 15. O contingente menor que da Viradouro, não demorou tanto tempo para cruzar toda a extensão da Rua da Conceição, mas colaborou com o atraso das apresentações de disputa e dispersou boa parte do público.

Já com as arquibancadas bem vazias, pisou na avenida o Império de Araribóia. A verde e branco de São Lourenço fez uma exibição de gala com destaque para o ótimo samba muito bem interpretado pelo cantor Tatalho que fez toda a escola cantar. Alegorias bem acabadas e bonitas, fantasias boas para o enredo que homenageava o grande Zé Katimba. Candidatíssima ao título também, mas com um desfile com mais cara de campeão.
A oitava escola a entrar na passarela foi a mais antiga escola da cidade, o Combinado do Amor. Alguns pequenos detalhes importantes tiraram da Águia do Caramujo um maior poder de faturar o título. 

O carnavalesco Índio Garcia feliz com o bom trabalho no Combinado

Apesar do ótimo samba e do show do carro de som liderado por Wagner do Vale, problemas de Harmonia foram visíveis. Muitos diretores e pouco trabalho. Destaque para a belíssima Ala da Velha Guarda, chique, que honrou a tradição do azul e branco. Bom desfile.

Já passava das quatro da manhã quando a tradicional Sabiá trouxe um clima nostálgico para avenida proporcionado pelo belíssimo samba em homenagem a estrela Dalva de Oliveira. A verde e branco da Vila Ipiranga parece passar por uma entre-safra mas, também parece estar se recuperando para buscar o seu lugar no topo novamente. Bom desfile.

Sabiá fez uma bela homenagem à Dalva de Oliveira

Trazendo a face oculta da lua, a Magnólia Brasil foi a última escola a se apresentar. O gigantesco carro abre-alas - o maior do desfile -, já dava o tom do que poderia ser o desfile da azul e branco. 

A Magnólia veio compacta, volumosa e animada. 

O desfile foi crescendo até o seu final. Boas alegorias e fantasias. O samba grande mas, muito bom, principalmente em seus refrões, empolgou a escola. Ótimo desfile. Se fosse para apontar uma surpresa na busca ao título, seria a Magnólia.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Em noite equilibrada Garra, Experimenta, Bafo e Balanço despontam como favoritas do Grupo B

No Grupo C, o Fora de Casa faz o melhor desfile
terça-feira, 13 de fevereiro de 2018
Equipe Carnaval 2018:  Eduardo Poeta | Professor Mariano | Lucelia Vargas | edição Luiz EugenioA festa de abertura do carnaval 2018 de Niterói na passarela da Rua da Conceição foi melhor do que se esperava, com as escolas de samba dos grupos B e C se apresentando dentro de suas possibilidades mas, com muita garra e vontade de fazer a cultura popular brilhar.

Sem nenhum incidente e com atraso de pouco mais de meia hora, os desfiles foram além do que se poderia prever. A única nota destoante foi o som da avenida que apresentou problemas em alguns momentos. Embora ele não tenha falhado para nenhuma das escolas, deve ser melhorado, tanto para esta terça-feira, quando serão realizados os desfiles do Grupo principal, como para os próximos carnavais. Outra nota que deve ser ressaltada é desmembramento do Grupo C em dois dias, abrindo os desfiles dos grupos superiores. Esta divisão causa diminuição do tempo de desfile prejudica a evolução de quesitos como os casais de mestre ala e porta bandeira e Comissão de Frente.

Escolas do Grupo C abrem os desfiles oficiais

Previsto para iniciar às 18h, os desfiles sofreram um atraso de pouco meia meia hora. Debaixo de sol intenso, o Grilo da Fonte, da comunidade da Teixeira de Freitas, com um enredo que tinha o Circo como tema, abriu os desfiles do Grupo C, a terceira divisão do carnaval niteroiense. 

Ana Morena e as passistas da Engenhoca riscaram o chão da Conceição embaladas

Na sequência desfilaram a Banda Batistão, União da Engenhoca, Fora de Casa e Unidos do Barro Vermelho que proporcionaram apresentações razoáveis para suas posses com alguns destaques que sobressaíram: Os ótimos sambas de Banda Batistão, Fora de Casa e União da Engenhoca, o melhor do grupo. 

André Quintanilha um dos compositores do bom samba da Banda Batistão

Destaque o enredo do Fora de Casa, uma homenagem ao sambista Jorginho do Império que compareceu e desfilou no chão, como verdadeiro sambista que é. A escola o Bairro de Fátima apresentou o melhor desfile nesta primeira parte do desfile do Grupo C. 

Os Jorginhos do Fora de Casa. O presidente Jorginho do Bairro e homenageado Jorginho do Império.

O Barro Vermelho de São Gonçalo encerrou as apresentações do grupo, como o enredo "A Tribo encantada de Momo”.









No Grupo B quatro escolas na briga por uma vaga na elite em 2019

Logo após a passagem do Barro Vermelho, foi a vez das dez escolas que integram o grupo B (Acesso ao Grupo I, principal). O Bem Amado, campeã do Grupo C no carnaval passado, abriu o equilibrado desfile. A escola verde e branco da "Grota" fez um correto desfile para homenagear a família Grael, baluartes do esporte nacional e moradores de Niterói.

A comissão do Bem Amado apresentou coreografia
Depois quem pisou a "Conceição" foi o tradicional Bafo do Tigre. A preto e amarelo do Morro do Estado trouxe um das mais bonitas alegoria do dia, um tigre em seu abre-alas. Com um tema que abordava o universo dos circos, o Bafo fez um desfile muitíssimo bom que a coloca apta a brigar pelo título. 

Bafo do Tigre fez um desfile alegre e descontraído
Terceira escola a pisar a passarela foi a tricolor do Santo Cristo, o Balanço do Fonseca, também fez um desfile muito bom trazendo o povo cigano como enredo. Força no samba e na bateria impulsionaram a escola que também briga por uma vaga na elite em 2019.

O carisma e a simpatia de Andréa Martins, das Pinturas, Rainha da Bateria do Balanço
 
A seguir, a Garra de Ouro, fez o melhor desfile no conjunto da obra. O enredo que contou a história cultural do Largo da Batalha e seus personagens foi muito bem desenvolvido. Tudo pareceu no lugar certo no desfile da escola que mostrou a sua comunidade na avenida. Outra forte candidata.

A Baianas do Largo da Batalha rodaram com vigor na Conceição

De São Gonçalo veio o Galo de Ouro. A escola demorou um pouco para desenvolver seu carnaval mas não comprometeu seu desfile. A escola do Galo Branco apresentou um bom conjunto de fantasias, mas não deve brigar pelas primeiras colocações.

O Galo apresentou boas fantasias.


Sexta escola do Grupo a desfilar, o Experimenta da Ilha da Conceição desfilou muitíssimo bem também e equilibrou ainda mais a briga pelo título. Desfile harmonicamente perfeito e sem correrias. Talvez tenha sido a escola que melhor contou seu enredo através de suas fantasias e alegorias. 

Empolgação dos componentes marcou desfile do Experimenta
O Cavalo Alado do Sacramento entrou na avenida para fazer um desfile correto, com destaque para numerosa Ala de Baianas, uma marca registrada da escola gonçalense. Amparado em um bom samba, os sambistas da vermelho e branco se vestiram de azul para contar a história da coirmã Combinado do Amor, a mais antiga escola de samba do carnaval de Niterói. 
Muso e Musa da escola de São Gonçalo mostraram muito samba no pé

O Cacique da São José pisou a "Conceição " com garra e boa evolução, mas inferior às suas concorrentes pelo ponto de vista plástico. Destaque para a bateria, segura e com bossas bem ensaiadas, acompanhada de sua Rainha Flávia Aguiar que demonstrava estar em sintonia com seus ritmistas sambando no mesmo ritmo das bossas.

A Rainha Flávia roubo as atenções na Rua da Conceição


O Tá Mole mas é Meu trouxe a empolgação habitual do povo da Bonfim e, sem dúvida, o melhor intérprete da noite, Niu Souza. A bateria se encaixou ao bom samba proporcinando uma boa apresentação da escola bom desfile. Vitória Rodrigues, a Rainha da Bateria, brilhou mais uma vez na Passarela da Conceição.

As criança da Bomfim brilharam no desfile do Tá Mole

Os Amigos da Ciclovia, de Piratininga, encerraram a noite de desfiles. Também falado dos Ciganos, a escola fez um desfile correto, mas sem a mesma plástica das candidatas ao título.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Desfiles de Niterói começam nesta segunda-feira


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018
Daqui a pouco, a partir das 18h a Rua da Conceição recebe as 29 Escolas de Samba que participam oficialmente do carnaval niteroiense. Neste segunda se apresentam as agremiações dos Grupo C e B.

A primeira escola é Grilo da Fonte, depois desfilam, Banda Batistão, União da Engenhoca, Fora de Casa e Unidos do Barro Vermelho, todas do Grupo C.

Em sequência desfilam as escolas do Grupo B. A primeira é o Bem Amado, logo depois o Bafo do Tigre, Balanço do Fonseca, Garra de Ouro, Galo de Ouro, Experimenta Ilha da Conceição, Unidos do Sacramento, Cacique de São José, Tá Mole mas É Meu e Amigos da Ciclovia.

Na terça-feira desfilam as demais agremiações do Grupo C e as escolas do Grupo A, a elite do Carnaval de Niterói.

A Rua da Conceição, pelo 12º ano consecutivo, será o palco dos desfiles oficiais de Niterói. Vinte e Nove escolas cruzarão a passarela nas próximas duas noites (foto: Luiz Eugenio | Cadência da Bateria)

Confira a ordem complete da apresentação das escolas de Niterói:

Segunda-feira (dia 12) - A partir das 18h


Grupo C: Grilo da Fonte, Banda Batistão, União da Engenhoca, Fora de Casa e Unidos do Barro Vermelho.

Grupo B: Bem Amado, Bafo do Tigre, Balanço do Fonseca, Garra de Ouro, Galo de Ouro, Experimenta Ilha da Conceição, Unidos do Sacramento, Cacique de São José, Tá Mole mas É Meu e Amigos da Ciclovia.

Na terça (dia 13) - A partir das 18h

Grupo C: Tá Rindo Por quê?, União do Maruí, Independente do Boaçu e Unidos do Castro.

Grupo Especial – Mocidade Independente de Icaraí, Alegria da Zona Norte, Souza Soares, Folia do Viradouro, Unidos da Região Oceânica, Grupo dos 15, Império de Araribóia, Combinado do Amor, Sabiá e Magnólia Brasil.

Alegorias já ocupavam a área de concentração da Amaral Peixoto desde as primeiras horas da manhã. (foto: Luiz Eugenio | Cadência da Bateria)

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Tudo ponto para os desfiles da Intendente Magalhães

domingo, 11 de fevereiro de 2018
O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (Liesb), Gustavo Barros, anunciou que está praticamento tudo pronto para os desfiles das escolas de samba das séries B, C, D e E na Estrada Intendente Magalhães, nos dias 11 (Grupo D), 12 (Grupo C), 13 (Grupo B) e 17 de fevereiro (Grupo E), a partir das 20 horas. "Convido todos para comparecer, curtir e participar dos desfiles das escolas de samba da Intendente Magalhães, considerado o verdadeiro Carnaval do Povão", destacou.

Estrutura - Segundo ele, a Riotur informou que este ano haverá nova iluminação e reforço no carro de som da Avenida. Porém, acrescentou, só será possível ter certeza das mudanças no primeiro dia de desfile. "Só vamos ter certeza das novidades nos dias de desfiles. Uma outra novidade será na posição das cabines dos jurados: ao lado direito da Avenida. Das três empresas apresentadas como parceiras na montagem da infraestrutura da Intendente - Supermercados Guanabara, Ambev e UBER - somente a última participou da estrutura da Passarela. Porém, posso garantir que teremos um belo espetáculo este ano", ressaltou Gustavo.

Verbas - Com relação ao corte de 50% da subvenção destinadas às escolas da Intendente, Gustavo Barros disse que foi pesado para a liga, já que o valor está defasado com relação aos outros grupos. A Prefeitura do Rio liberou 95% do valor, ficando os 5% restantes a serem pagos após o Carnaval. "O valor ainda é muito baixo para as escolas colocarem seus enredos na Avenida. Porém, mesmo assim, as agremiações estão superando a crise e trabalhando em seus carnavais com garra e determinação. Vamos ter desfiles melhores do que do ano passado mesmo com o corte da subvenção. Temos tudo para apresentarmos uma grande festa e um bom Carnaval para o público da Intendente Magalhães. Que vença a melhor escola de cada grupo", declarou.

Mudanças - O presidente adiantou algumas novidades que serão implementadas no Carnaval 2018, que estão no regulamento de cada série. "A Série B, por exemplo, terá o tempo máximo de 45 minutos de desfile, aumento no número de alegorias ou tripés, podendo chegar até quatro, além do número de componentes, baianas e ritmistas. As três últimas classificadas serão rebaixadas para a Série C. Nos grupos C e D o tempo de desfile será de no máximo 40 minutos e, no E, de trinta minutos. Os desfiles começarão pontualmente às 20 horas. Quatro escolas descerão do C para o D, cinco do D para o E", explicou.

Desistências - A Série E, antigo grupo de avaliação e que não recebe subvenção, contava com a inscrição de 20 escolas. Porém, segundo Gustavo, cinco escolas - Arrasta Povo, Jardim Redentor, Império de Petrópolis, Império Gonçalense e Razões de Almeida -, desistiram de desfilar. Portanto, 15 agremiações estão confirmadas para o desfile do Sábado das Campeãs, no dia 17 deste mês, subindo para a Série D as três mais bem classificadas. 

O presidente Gustavo fez uma avaliação do primeiro ano de gestão da Liesb (foto: Adriana Vieira)

Balanço - Gustavo acrescentou que em seu primeiro ano de gestão o balanço foi muito positivo com destaque para a união das escolas e os eventos que foram realizados, como a premiação "Jaciara Azevedo", grande batalhadora do Carnaval na Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro (AESCRJ), cujo trabalho mereceu a justa, linda e especial homenagem. "O balanço foi positivo porque realizamos vários eventos entre eles o sorteio da ordem de desfiles, os lançamentos dos CDs e o prêmio "Jaciara Azevedo", que continuará em 2019. O único problema foi o corte no valor da subvenção. Acredito que apesar do corte, o Carnaval da Intendente ganhou dinamismo e visibilidade. As escolas ficaram mais unidas e a força se fez presente na reunião da Câmara dos Vereadores. O grupo está bastante unido. Vamos implantar novidades em 2019, uma delas será o projeto Sócio-Torcedor, uma parceria entre a Liesb e as agremiações, com um valor a receber, onde cada torcedor terá vários benefícios. Podemos pensar em fazer também um torneio de futebol entre as escolas. Vamos retornar as negociações para levarmos os desfiles da Série B para a Sapucaí. O trabalho continuará sempre em benefício das escolas e do Carnaval do Rio de Janeiro", enfatizou.

ORDEM DE DESFILES DA INTENDENTE MAGALHÃES - HORÁRIO 20 HORAS

SÉRIE B - Terça-feira, dia 13 de fevereiro

1 - G. R. E. S. Acadêmicos de Vigário Geral
2 - G. R. E. S. Unidos da Ponte
3 - G. R. E. S. Arame de Ricardo
4 - G. R. E. S. Tradição
5 - G. R. E. S. Em Cima da Hora
6 - G. R. E. S. Unidos das Vargens
7 - S. E. R. E. S. Unidos do Cabuçu
8 - G. R. E. S. Unidos do Jacarezinho
9 - S. R. E. S. Lins Imperial
10 - A. R. E. S. Vizinha Faladeira
11 - G. R. E. S. Acadêmicos do Engenho da Rainha
12 - G. R. E. S. União do Parque Curicica

SÉRIE C - Segunda-feira, dia 12 de fevereiro
1 - G. R. E. S. Arranco do Engenho de Dentro
2 - G. R. E. S. Rosa de Ouro
3 - G. R. E. S. Boca de Siri
4 - G. R. E. S. Sereno de Campo Grande
5 - G. R. E. S. Unidos da Vila Kennedy
6 - G. R. E. S. Unidos de Lucas
7 - G. R. E. S. Leão de Nova Iguaçu
8 - G. R. E. S. Império da Uva
9 - G. R. E. S. União de Maricá
10 - G. R. E. S. Favo de Acari
11- G. R. E. S. Difícil É O Nome
12 - G. R. E. S. Unidos da Vila Santa Tereza
13 - G. R. E. S. Mocidade Unida do Santa Marta

SÉRIE D - Domingo, dia 11 de fevereiro
1 - G. R. E. S. Corações Unidos do Jardim Bangu
2 - G. R. E. S. Unidos de Cosmos
3 - G. R. E. S. Império Ricardense
4 - G. R. E. S. Acadêmicos da Abolição
5 - G. R. E. S. Mocidade Independente de Inhaúma
6 - G. R. E. S. Alegria do Vilar
7 - G. R. E. S. Chatuba de Mesquita
8 - G. R. E. S. Tupy de Braz de Pina
9 - G. R. E. S. Unidos da Villa Rica
10 - G. R. E. S. Arrastão de Cascadura
11 - G. R. E. S. União de Jacarepaguá
12 - G. R. E. S. Acadêmicos de Madureira
13 - C. C. E. S. Flor da Mina do Andaraí

SÉRIE E - Sábado, dia 17 de fevereiro
1 - G. R. E. S. Vaz Lobo
2 - G. R. E. S. Independente da Praça da Bandeira
3 - G. R. E. S. Mocidade Unida da Cidade de Deus
4 - G. R. E. S. Independentes de Olaria
5 - G. R. E. S. Boêmios de Inhaúma
6 - G. R. E. S. Gato de Bonsucesso
7 - G. R. E. S. Acadêmicos do Dendê
8 - G. R. E. S. União de Campo Grande
9 - G. R. E. S. Embalo do Engenho Novo
10 - G. R. E. S. Unidos de Manguinhos
11 - G. R. E. S. Feitiço do Rio
12 - G. R. E. S. Mensageiros da Paz
13 - G. R. E. S. Nação Insulana
14 - G. R. E. S. Colibri de Mesquita
15 - G. R. E. S. Mocidade de Vicente de Carvalho

Elas vão brilhar na terça-feira de carnaval em Niterói

sábado, 10 de fevereiro de 2018
Rainhas de Bateria do Grupo Principal falam à Cadência sobre os preparativos para o desfile 2018
entrevistas: Lucelia Vargas | edição: Luiz Eugenio

Dez Escolas de Samba do Grupo A, a elite do carnaval niteroiense, vão cruzar a passarela da Rua da Conceição, na terça-feira de carnaval, 13 de fevereiro. Um dos momentos mais esperados dos desfiles é a passagem das baterias, o coração da Escola de Samba. Cada uma delas, com seus apelidos peculiares, traz uma beldade à frente. São as Rainhas. Aquelas que tem a missão de apresentar suas baterias ao público e aos jurados. Tamanha responsabilidade envolve muita preparação, cuidados como o corpo, uma bela fantasia sem perder a simpatia e o samba no pé.

A Cadência da Bateria conversou com as dez Rainhas do Grupo A do Carnaval de Niterói para saber um pouco sobre como se preparam, como vão se vestir e o que esperam do Carnaval 2018. Lucélia Vargas, musa da Unidos da Região Oceânica, Magnólia Brasil e Sabiá, entrevistou as beldades que prometem atrair olhares e fazer bater mais forte o coração da avenida. Uma delas será contemplada com o Troféu Cadência de Melhor Rainha do Carnaval 2018.

Thaty e a 'Treme-Terra'
Abrindo os desfiles, a Mocidade Independente de Icaraí, campeã do grupo de acesso em 2017, traz à frente de sua bateria, Thaty Sorriso. Há 3 anos como Rainha da ‘Treme-Terra’ do Morro do Cavalão, Thaty fala sobre a emoção que significa este posto . “Estar à frente da bateria da Escola que a gente ama é uma emoção que não tem explicação. Significa amor ao Pavilhão, carinho e respeito com a comunidade e toda agremiação”, contou Thaty.

Preparação – A Rainha da Mocidade se prepara o ano todo na academia e ainda faz tratamento estético para garantir a forma no carnaval.

Desfile – Sobre o momento em que entra na Avenida, Thaty é só emoção.”O coração acelera, as pernas ficam bambas, lágrimas vem nos olhos, e quando a bateria toca, o corpo arrepia”, disse a Rainha da ‘Teme-Terra’ do Cavalão. Tathy deixou seu recado ao folião niteroiense. “Convido todos a assistirem os desfiles de Niterói, na Rua da Conceição. Nossa escola será a primeira a desfilar. Agradeço muito o carinho da Cadência da Bateria.


Keila e o 'Rolo Compressor'
Segunda escola a desfilar pelo grupo principal, a Alegria da Zona Norte, traz Keila Goulart à frente da bateria ‘Rolo Compressor da Bernardino’. Reinando há quatro anos entre os ritmistas do Fonseca, Keila conta como tudo começou. “Cheguei na escola a convite de um amigo que eu amo de paixão, o Cláudio Andrade, na época carnavalesco da escola. Pra mim foi a realização de um sonho, já que toda passistas tem o sonho de ser musa, ser rainha de bateria, e eu pude realizar isso. Graças a Deus a comunidade da Bernardino me abraçou, eu fui muito bem recebida. Sou muito feliz em fazer parte da Alegria”, contou Keila à Cadência.

Preparação – Keila falou sobre a necessidade de estar bem fisicamente para o desfile. “Tem que se preparar, não tem como não se preparar. No meu caso já treino há algum tempo e faço musculação há anos. Em novembro dou uma intensificada nos treinos e uma atenção maior à dieta. E mais próximo tem auxílio do tratamento estético que ajuda muito, e o aeróbio para dar mais resistência na avenida, cansar menos e ter um bom preparo físico”, disse Keila.

Valéria Bombom e a 'Couro Esticado'
A tradicionalíssima Souza Soares, terceira escola da noite, terá Valéria Bombom à frente de sua bateria. Para a Rainha é um presente poder representar os ritmistas de Santa Rosa. “Sou muito feliz. É um sonho realizado em estar a frente de da bateria de uma escola tão querida. Mas também uma responsabilidade muito grande. Só tenho que agradecer a Deus, à comunidade e a Cris Alves que me deu essa oportunidade”, disse Valéria à Cadência.

Preparação – Diferente da maioria das Rainhas, Valéria Bombom não frequenta academias ou faz tratamentos específicos, se prepara trabalhando. “Faço sacolés e bolo. Depois vou pra rua vender, pedalando muito para poder fazer as entregas. Minha família tem um problema muito sério com comida é muito mocotó, muita rabada. Já tentei fazer dieta, mas no dia que ia começar minha mãe fez uma feijoada. Aí já viu né?. Mas podem esperar que não vou fazer vergonha porque samba no pé eu tenho”, contou bem humorada a Rainha da Souza.

Desfile - Sobre a fantasia que vai usar na Rua da Conceição, Valéria não deu nem uma pista. "Só posso adiantar que será uma grande surpresa", disfarçou a Rainha.

A Folia de Renata Cruz
Há três anos desfilando como Rainha da Folia do Viradouro, Renata Cruz, além de levar para a venida todos os atributos necessários a quem desfila à frente de uma bateria, é uma pé quente. No período do seu reinado já são dois títulos do Grupo Principal de Niterói e dois vice-campeonatos. Para ser uma Rainha, Renata prega responsabilidade e respeito à comunidade. "Todos que vão assistir uma escola desfilar gostam de ver a bateria porém querem ver quem é a "dona" (rs) dela, quem a comunidade escolheu como representante dela. É uma grande responsabilidade poder transmitir um pouco dessa emoção através desse nosso talento e arte de sambar".

Preparação - A Rainha da Folia não tem fórmulas especiais para manter sua forma. Tem cuidado apenas com a alimentação. "O meu preparo físico essa época do ano deixo um pouco a desejar pois desfilo em outras escolas e tenho uma rotina intensa de ensaios, mas quando posso eu dou uma corridinha na praia e alimentação eu como de tudo evitando frituras e muito açúcar, e agradecendo a Deus pela genética Boa (rs) que me permite abusar algumas vezes", confidencia a morena.

Desfile - Renata deu apenas uma dica em relação a sua fantasia. "Esse ano eu venho bem de acordo com a bateria, porém detalhes da fantasia ainda não posso revelar (rs)", se desculpou a Rainha que aproveitou a oportunidade e convocou os sambistas niteroienses para o desfile de terça-feira. "Muito obrigada à Cadência da Bateria por nos dar a oportunidade de falar um pouco sobre a rotina de uma rainha de bateria, função a qual exercemos com muito carinho, e aos leitores agradeço por tirarem um tempinho para ler e querer saber um pouco sobre nós e convidar a todos para na terça feira de carnaval irem à Rua da Conceição conferir a nossa linda festa".

A 'Guerreira´ Nathy Fernandes
Há oito anos na Unidos da Região Oceânica, a Rainha Nathy Fernandes, já foi passista, Rainha dos passistas e destaque da escola. Pra ela, vir a frente do coração da escola é um misto de sensações. "Responsabilidade, prazer e orgulho. Estar à frente de uma bateria, significa que você foi eleita pelo seu trabalho, dedicação e muito amor a escola. Sou muito grata por isso", disse Nathy.

Preparação - Para fazer bonito na avenida a morena tem alguns truques "Procuro me alimentar bem e beber bastante água. Infelizmente não consigo malhar todos os dias. Mas Faço musculação pelo menos 3 vezes por semana e pego resistência ensaiando na quadra".

Desfile - Sobre sua fantasia Nathy segue a linha da surpresa. "Mas garanto que estará bem bonita", disse a Rainha da Bateria 'Guerreira', que aproveitou a ocasião para um convite aos foliões. "Queria agradecer a oportunidade de estar aqui falando um pouco sobre mim, sobre minha história no carnaval, e fazer um convite aos leitores,que todos venham prestigiar o carnaval de Niterói, e principalmente os desfiles na rua da Conceição, pois com a equipe da LESNIT fazendo um trabalho impecável na organização de nosso carnaval, e a competência das escolas, esse ano o carnaval niteroiense será show, inesquecível. Vale apena conferir".

O 'Tsunami' Dany Storino
O GRES Grupo dos 15 traz uma novidade para brilhar à frente ds ritmistas do Morro da Chácara. Dany Storino estreia como rainha da bateria da escola, mas engana-se que pensa que a beldade chegou agora na escola. "É meu primeiro ano como rainha, mas estou na escola há 3 anos. Fui princesa e sou diretora da ala de passistas e esse ano o presidente me fez esse convite pra vir a frente dessa bateria maravilhosa. Além de uma responsabilidade muito grande é um enorme prazer porque é um lugar especial onde você está "pulsando" junto com o coração da escola. É uma emoção inexplicável", disse Dany à reportagem da Cadência

Preparação - Também Rainha da Porto da Pedra, Dany se dedicou durante todo o ano aos desfiles. "Esse ano estou com foco total no carnaval e desde de setembro estou malhando firme e fazendo dança que eu gosto muito. Também tive que aprender a dosar tudo que como, evitar algumas coisas também. Faço sessões de estética com a minha dermatoterapeuta Kalinca toda semana", contou a Rainha.

Desfile - Dany recorreu ao segredo para falar de sua fantasia mas garantiu beleza. "Não posso falar muito porque se não estraga a surpresa, mas será muito bonita e representarei a rainha dos meus reis, que serão os ritmistas", disse Dany, feliz com o convite da escola. "Quero agradecer a vocês pela oportunidade de estar mostrando um pouquinho da Dany Storino, dizer que estou muito feliz por fazer parte da Grupo dos XV e convidar a todos para estarem junto conosco na terça de carnaval vibrando com a nossa escola que está preparando um maravilhoso carnaval. Quero também parabenizar o presidente Didinho e sua equipe por todo esforço que fazem sempre pra colocar o nosso carnaval na rua. Beijos em todos"

Jhosy Codeço e a 'Cocar de Ouro'
Quem também tem uma nova Rainha de Bateria é o Império de Araribóia. Jhosy Anne Codeço terá a missão de apresentar a 'Cocar de Ouro', uma das melhores baterias da cidade. E a morena sabe de sua responsabilidade."Pra mim será uma responsabilidade muito grande. Na minha opinião um rainha com carisma, simpatia, desenvoltura e samba no pé ela transmite tudo que a escola é. Se você tem uma boa rainha apresentável você tem uma boa escola na avenida", disse Jhosy à reportagem da Cadência.

Preparação - Para brilhar na avenida a beldade se cuida durante todo o ano. "Como faço shows com grupos de bateria, estou sempre de biquíni e tenho que me cuidar sempre. Faço musculação, estética e procuro evitar de comer besteiras (rs)", conta a morena.

Desfile - A fantasia usada por Jhosy será inspirada num verso do samba "Do jeito que o rei mandou", de Zé Katimba, homenageado no enredo, m parceria com João Nogueira. "Minha fantasia remete a importância que o samba teve na reconstrução da vida do nosso homenageado", adianta a Rainha. Otimista, Jhosy aposta no título do Império. "Peço a todos que assistam nosso desfile na terça feira de carnaval 7° escola a desfilar . Está tudo sendo preparado com muito amor e carinho para levar o melhor para avenida. Estamos em busca do título e vamos conseguir. Vai ser maravilhoso. Obrigada a Cadência da Bateria pelo carinho e a oportunidade. Um beijo no coração de cada um".

O 'Swing' da Joyce
A mais antiga escola de samba da cidade, o Combinado do Amor, é uma das escolas que mantém a Rainha com mais tempo no posto. Joyce Martins desfila desde o retorno da azul e branca do Caramujo à avenida. "Em 2018 será meu sexto ano a frente da bateria Swing da Águia, e também será o último pois estou me despedindo do cargo. Creio q a vida é feita de ciclos, e esta na hora de encerrar esse e dar oportunidade para outras meninas que sonham em ser rainha de bateria assim como eu sonhei um dia", confidenciou Joyce à Cadência. Para a Rainha que for escolhida para assumir o seu posto, Joyce deixa uma dica. "Ser rainha vai muito além de apenas sambar a frente dos ritmistas. É ter carinho e empatia com a escola, ser querida pela comunidade, levar o nome e as cores do seu pavilhão aonde você for, e apresentar o seu melhor na avenida para conquistar o público presente e os jurados".

Preparação - Joyce não é adepta da malhação, mas tem sua receita para manter a forma. "Eu não gosto de academia. Sempre começo a malhar e uns 2 meses depois eu paro (rs). Então me preparo fazendo dieta e caminhada, e muito ensaio para queimar calorias e ganhar resistência para a avenida", contou Joyce

Desfile - Como esta será sua última apresentação à frente da 'Swing da Águia' em desfiles oficiais, Joyce deixou um recado aos amigos e família, só não prometeu que vai segurar as lágrimas "Quando toca o sinal e começa o samba exaltação da escola é quase impossível controlar a emoção! A gente até tentar não chorar pra não estragar a maquiagem mas sempre rola um lágrima. Mesmo desfilando há 6 anos a frente da bateria, a cada ano é um emoção diferente. Como esse será meu último desfile como rainha, eu tenho certeza q eu vou chorar. Gostaria de agradecer a toda diretoria da escola pelo carinho e respeito que sempre teve comigo, ao meu presidente Carlos Xororó pelo apoio que tem me dado todos esses anos, a Lena Alves que em 2013 quando era vice-presidente da escola me convidou e me incentivou a ser rainha de bateria, e ao meu esposo Wilsinho dos Santos que me dá todo o suporte para que eu compareça sempre aos ensaios e eventos da escola. Minha eterna gratidão a vocês! "Eu sou tradição e simpatia, eu sou Combinado do Amor".

Ângela do 'Ritmo Furioso'
Segunda mais antiga escola de samba da cidade, o GRCES Sabiá, é a escola que mantém a mais tempo uma Rainha de bateria no posto. Ângela dos Santos vai para o seu sétimo desfile consecutivo à frente dos ritmistas da Vila Ipiranga. A identificação é tanta que a cada ano aprende a tocar um instrumento. "A bateria é o coração da escola. Sem os ritmistas não tem desfile. É uma responsabilidade muito grande, mas tenho um enorme carinho e amor por eles e me sinto honrada de estar ali na frente deles. Sem falar que aprendo cada dia um pouquinho como tocar os instrumentos", disse Ângela.

Preparação - Profissional de academia, Ângela é uma das Rainhas que tem corpo mais malhado. "Todos os anos, dieta e treino todos os dias. Evitava gorduras, doces, dormia mais de 8 horas por dia e tratamento estético. Mas pra esse ano não tive tempo pra fazer tudo isso rigorosamente, apesar, de trabalhar o dia todo dentro da academia (rs). Esse ano não deu tempo. Infelizmente", disse Ângela à Cadência.

Desfile - A Rainha Ângela virá representando as vedetes dos Teatros de Revista, personagens importantes da era de ouro das rádios e cassinos, época em que a homenageada do enredo Dalva de Oliveira, se destacou. Ângela agradeceu a todos pela oportunidade de estar tanto tempo à frente da bateria 'Ritmo Furioso' de Mestre Glauco."Fiquei muito feliz com o contato da Cadência da Bateria em me procurar para esta entrevista. Agradeço a todos da Sabiá, à comunidade que me recebe sempre de braços abertos, a Mestre Glauco, que hoje é um amigo meu e a todos os ritmistas que me tratam com muito carinho. Convido a todos de Niterói para vir prestigiar o Carnaval da Rua da Conceição".

Taiane Perfeito e a "Magnífica"
Encerrando o carnaval niteroiense, desfila o GRES Magnólia Brasil. A bateria ‘Magnífica’, uma alusão ao nome da agremiação, poderia também adjetivar sua Rainha, Taiane Perfeito. Há três anos à frente da bateria da escola do Fonseca, Taiane, é uma das Rainhas mais conhecidas da Rua da Conceição. Antes da Magnólia a morena brilhou a frente da Bateria da Região Oceânica. “É uma responsabilidade muito grande porque a Rainha vem apresentando o coração da escola, então ela tem que estar sempre impecável, como muito samba no pé, o samba na ponta da língua e o sorriso no rosto”, explica Taiane.

Preparação – A Rainha da ‘Magnífica’ contou como faz para brilha na avenida. “Eu me preparo o ano todo, mas quando chega próximo ao carnaval, fico um pouquinho mais rígida com minha dieta e os treinos. Faço musculação, ergometria, circuito na praia, cross fit e muita estética para manter o corpão em dia."

Desfile – O enredo da Magnólia vai falar sobre a face oculta da Lua e Taiane já adiantou à Cadência o tema da sua fantasia. “Vamos mostrar um pouquinho de cada passagem da Lua, posso dizer que o carnavalesco preparou muita surpresa para a avenida. Eu venho representando a cura e meus ritmistas virão com roupa de pajé. Estamos confiantes num belo desfile e brigar por essa vitória”, disse a Rainha.  Sobre a hora de entrar na avenida, Taiane conta como reage. “Quando toca a sirene o coração fica a mil. Essa é a hora de mostrar e fazer o meu melhor pra defender o pavilhão da minha escola. Uma responsabilidade muito grande”.

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Bateria da Renascer de Jacarepaguá recebe visita muito especial

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018
No ensaio da última terça da Renascer de Jacarepaguá, mestre Dinho Santos e a Bateria Guerreira receberam uma visita muito especial. Mestre Odilon Costa, ídolo de vários ritmistas e um grande veterano do carnaval, acompanhou o ensaio, em especial o quesito que ele é mestre e especialista há mais de 30 anos. Ele pode observar todas as bossas e ritmos produzidos para embalar o samba-enredo composto por Claudio Russo, Moacyr Luz e Diego Nicolau, para o tema "De Flechas e de Lobos". "Mestre Dinho está pronto pra avenida, a bateria é excelente. Observei todos os detalhes de afinação, os tamborins, chocalhos, tudo. Se o carnaval fosse hoje ele tirava nota dez. Gosto de ver trabalho do Dinho, o jeito que ele trabalha com o ritmo, na mão dele, é surpreendente. O principal da bateria estava ótimo, os repiques, a marcação e as caixas. Com certeza ele vai garantir os merecidos 40 anos", assegura mestre Odilon, que também faz parte do júri do Prêmio Estandarte de Ouro.

Dinho Santos tem quarenta anos e antes de se tornar mestre de bateria da Renascer de Jacarepaguá, passou como diretor de bateria do Império Serrano, e formou sua carreira participando ativamente como diretor no quesito por escolas como Inocentes de Belford Roxo, União da Ilha do Governador e Acadêmicos do Grande Rio, esta última sendo diretor auxiliar há três anos. Músico de formação, trabalhando há 19 anos com diversos artistas, como Monarco, Arlindo Cruz, Sério Loroza, Dudu Nobre, Zeca Pagodinho, Seu Jorge, Fernanda Abreu, Dicró entre outros, o comandante da bateria Guerreira firma sua carreira com seu trabalho autoral Rio Samba 'N' Roll que mistura pop rock e samba e à frente dos ritmistas da agremiação há seis anos. 

Para o Carnaval 2018, o mestre de bateria está confiante em fazer um grande desfile pela vermelho e branco do Largo do Tanque. "Receber mestre Odilon é uma honra, ele pensa muito a frente no quesito. Hoje somos amigos, mas é maravilhoso receber toda a experiência dele, seus conselhos e toques, é um cara super sincero, pra mim ele é o Papa dos mestres de bateria. Trabalhamos firme em cima do naipe de caixas, respeitando as justificativas do ano passado, apesar de não concordar com elas. Vou com 220 ritmistas, com cinco bossas ensaiadas. É a única bateria da Série A que virá com caixa embaixo, e continuar o trabalho que fazemos desde 2013, com muito ensaio e dedicação máxima".
A Renascer de Jacarepaguá será a quinta escola a desfilar na sexta-feira de carnaval com o enredo “De Flechas e de Lobos” dos carnavalescos Alexandre Rangel e Raphael Torres.

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Neltur prepara Carnaval de Niterói 2018

terça-feira, 30 de janeiro de 2018
A Prefeitura de Niterói através da Neltur – Niterói Empresa de Lazer e Turismo – está em ritmo intenso preparando o Carnaval Niterói 2018. Até hoje, 23 de janeiro, foram contabilizados 27 pontos da cidade onde acontecerão os tradicionais festejos do carnaval de bairros e 88 blocos de rua. A programação desta grande festa popular terá seu ponto alto na Rua da Conceição, no Centro, palco dos desfiles das agremiações niteroienses dos Grupo B, C e Especial, programados para os dias 12 e 13 de fevereiro. Lá a população terá uma infraestrutura, com arquibancadas ao longo da rua, para que possam assistir todos os desfiles, a partir das 18h.

A Corte Momesca do Carnaval Niterói 2018 (foto|divulgação), formada pelo Rei Pablo Jales, a Rainha Endiorrani Baldini, a 1ª Princesa Aline Santos e, a 2ª Princesa Fabiely Martins, abrirão os dias de desfile na Rua da Conceição e também marcarão presença nos bairros, indo nos principais pontos de Carnaval de bairros da cidade.

Para que o Carnaval seja uma festa alegre, mas com garantia de segurança nas ruas, bairros e na passarela oficial do samba niteroiense (Rua da Conceição), a Neltur está trabalhando, junto com outras secretarias e órgãos de segurança do Estado para garantir a mobilidade e segurança, nos seus mais variados aspectos, durante os dias de folia.

O Carnaval é o segundo maior evento da cidade, que acontece na Rua da Conceição, nas ruas e nos bairros. Niterói tem um diferencial de um carnaval mais espontâneo e autêntico. São cerca de 300 mil pessoas espalhados pelas ruas da cidade, brincando nos blocos que aumentam, numericamente, a cada ano. Por isso a Neltur trabalha, previamente, fazendo um planejamento minucioso e detalhado, em parceria com outros órgãos e secretarias municipais, visando garantir a segurança e mobilidade urbana dos foliões, moradores e turistas”, esclarece José Guilherme Azevedo, Presidente da Neltur.

O Carnaval é um evento que estimula a economia da cidade através de seus polos gastronômicos e hoteleiros, impulsionando outras áreas do comércio e serviços. Niterói se orgulha de ter um filho ilustre como Ismael Silva, que criou a primeira escola de samba do país, a Deixa Falar. Continuar essa tradição, resgatando os antigos festejos momescos onde a alegria dos foliões é o motivo principal desta grande festa popular”, conclui José Guilherme.

Secretarias e órgãos envolvidos no Carnaval 2018


Neltur; SEOP – Secretaria de Ordem Pública -; SAMU – Niterói; Clin – Cia de Limpeza de Niterói; Corpo de Bombeiros; 12º Batalhão de Polícia Militar; SECONSER – Secretaria de Conservação e Serviços Públicos- NitTrans e CGE – Coordenadoria Geral de Eventos.

Ordem dos Desfiles na Rua da Conceição


Na segunda-feira (dia 12)- A partir das 18h

Grupo B: Em sequência: Bem Amado, Bafo do Tigre, Balanço do Fonseca, Garra de Ouro, Galo de Ouro, Experimenta Ilha da Conceição, Unidos do Sacramento, Cacique de São José, Tá Mole mas É Meu e Amigos da Ciclovia.

Grupo C: Grilo da Fonte, Banda Batistão, União da Engenhoca, Fora de Casa e Unidos do Barro Vermelho.

Na terça (dia 13)- A partir das 18h

Grupo C: Tá Rindo Por quê?, União do Maruí, Independente do Boaçu e Unidos do Castro.

Grupo Especial – Mocidade Independente de Icaraí, Alegria da Zona Norte, Souza Soares, Folia do Viradouro, Unidos da Região Oceânica, Grupo dos 15, Império de Arariboia, Combinado do Amor, Sabiá e Magnólia Brasil.

CARNAVAL DE BAIRROS

1-Carnaval do Largo da Batalha – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, nas Ruas: Jornalista Silvia Thomé e Nilo de Freitas;

2-Carnaval do Matapaca – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Estrada Caetano Monteiro e Rua Comendador Marcelo Queiroz;

3-Carnaval do Bairro do Sapê – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Estrada do Sapê (Rodo);

4-Carnaval (Matinê) do Jardim Icaraí – dos dias 10 a 13/02, das 12 às 17h, na Rua Leandro Mota (entre as Ruas Nóbrega e João Pessoa);

5-Carnaval do Bairro do Badu – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua Alcebíades Pinto s/n, Badu;

6- Festa Carnaval Cavalão- dos dias 10 a 13/02, das 19 à meia-noite, no DPO do Morro do Cavalão;

7- Carnaval da Ilha da Conceição- dos dias 10 a 13/02, das 19 à meia-noite, no Centro Social Urbano;

8 – Carnaval do Largo do Marrão – dos dias 10 a 13/02, das 17 às 22h, no Largo do Marrão (Pça Raul de Oliveira Rodrigues);

9 – Carnaval do Caramujo – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua Pastor José Gomes de Souza n 03 até 301;

10 – Carnaval de Rua da Engenhoca – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua Vereador José Vicente Sobrinho (Largo de São Jorge);

11- Carnaval do Largo do Barradas – dos dias 10 a 13/02, das 19 à meia-noite, na Rua Benjamim Constant (entre as Ruas Francisco Portela e José Vicente Sobrinho);

12 – Carnaval do Barreto – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua Gen. Castrioto (entre as Ruas Galvão e João de Deus);

13 – Matinê do Barreto – dos dias 11 a 13/02, das 16 às 20h, na Praça Enéas de Castro;

14 – Carnaval do Marítimo – dos dias 10 a 13/02, das 17 às 22h, na Rua do Rumo (Pça do Fofão);

15 – Carnaval de Bairros da Teixeira de Freitas – dos dias 10 a 13/02, das 16 às 20h, na Rua Teixeira de Freitas, próximo ao número 380, Fonseca;

16 – Carnaval de Santa Bárbara – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Praça de Esportes João Saldanha;

17 – Carnaval da Santos Moreira – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua Santos Moreira, Santa Rosa;

18 – Carnaval Cafubá – dos dias 10 a 13/02, das 16 às 20h, na Rua Godofredo Garcia Justo (entre as Ruas 59 e 60);

19 – Carnaval da Ititioca – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua A (próximo ao ponto final do ônibus linha 44);

20 – Carnaval Avenida Central – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, no início da Av. Central (rua do Curso de Inglês);

21 – Carnaval da Nóbrega – dos dias 10 a 13/02, das 16 às 20h, na Rua Nóbrega, Santa Rosa;

22- Carnaval Engenho do Mato – dos dias 11 a 13/02, das 18 às 23h, na Praça do Engenho do Mato;

23 – Carnaval Ponta D’Areia – dos dias 10 a 13/02, das 17 às 22h, na Praça Dr. Vitorino, Ponta D’Areia;

24 – Carnaval Várzea das Moças – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Rua Ewerton da Costa Xavier, Várzea das Moças;

25- Carnaval Rio do Ouro – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Estrada Velha de Maricá, Rio do Ouro;

26- Carnaval Jurujuba – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Praça da Asa Delta;

27 – Carnaval Preventório – dos dias 10 a 13/02, das 18 às 23h, na Praia da Charitas, em frente ao Preventório;

CET-Rio divulga esquema de trânsito para Bailes Populares e Blocos

terça-feira, 30 de janeiro de 2018
A CET-Rio (Companhia de Engenharia de Tráfego) divulgou nesta terça-feira os desvios e interdições para a realização de alguns bailes populares e desfiles de Blocos de Embalo da Capital. Eventos acontecem durante o carnaval nas Zonas Norte e Oeste.

(Foto: Fernando Maia/FOTOPRESS)





RECREIO DOS BANDEIRANTES - CARNAVAL DE RUA TERREIRÃO 2018

dias: 9, 10, 11, 12 e 13 de fevereiro de 2018, das 19h às 4h dos dias subsequentes 

Interdição, de 2 (duas) pistas de rolamento, ao tráfego de veículos, da Avenida Guiomar de Novaes, sentido Avenida das Américas (Terreirão), no trecho compreendido entre a Rua Alberti Bianchi e Avenida Teotônio Vilela ? Recreio dos Bandeirantes. 
--------------------------------------------- 

GARDÊNIA AZUL  CARNAVAL 2018

dias: 9, 10, 11, 12, 13, 16, 17 e 18 de fevereiro de 2018, das 20h às 4h dos dias subsequentes

Interdição ao tráfego de veículos da Avenida das Lagoas, no trecho compreendido entre a Rua Licânia e a Rua Menta - Gardênia Azul. 
 ----------------------------------------------------

TAQUARA  - CARNAVAL DE RUA DA MERINGUAVA

dias: 9, 10, 11, 12 e 13 de fevereiro de 2018, das 19h30min às 2h30min dos dias subsequentes

Interdição ao tráfego de veículos da Estrada do Meringuava, no trecho compreendido entre a Estrada da Soca e a Rua Januário Barbosa - Taquara.
----------------------------------------------------------

VARGEM GRANDE - CARNAVAL DE RUA

dias: 9, 10, 11, 12 e 13 de fevereiro de 2018, das 20h às 4h do dia subsequente

Interdição ao tráfego de veículos da Estrada dos Bandeirantes, no trecho compreendido entre a Estrada do Sacarrão e a Estrada do Pacuí.

 Os veículos procedentes da Estrada dos Bandeirantes com destino a Estrada do Cabungui deverão seguir: Estrada dos Bandeirantes, Estrada do Sacarrão, Rua Luciano Gallet, Estrada Pacuí, Estrada dos Bandeirantes e a Estrada do Cabungui.
---------------------------------------------------------------------

VILA VALQUEIRE - CARNAVAL DA PRAÇA DO VALQUEIRE

dias: 10, 11, 12 e 13 de fevereiro de 2018, das 18h às 2h dos dias subsequentes 

Interdição ao tráfego de veículos, das seguintes vias:

I  Praça Valqueire, exceto o entorno da Estrada Intendente Magalhães;

II  Rua das Rosas, no trecho compreendido entre a Estrada Intendente Magalhães e a Rua das Azáleas;

III  Rua das Dálias, no trecho compreendido entre a Estrada Intendente Magalhães e a Rua das Verbenas;

IV  Rua das Cravinas, no trecho compreendido entre a Praça Valqueire e a Rua dos Miosótis.

Os veículos procederão o seguinte desvio: Estrada Intendente Magalhães, Rua das Camélias, Rua das Azaléas e a Rua das Rosas.
-----------------------------------------------------------------------

BANGU -  BLOCO BAGUNÇANDO O CORETO

dia 13 de fevereiro de 2018, das 17h às 22h  

Interdição ao tráfego de veículos na Rua Abaeté, no trecho compreendido entre a Rua Francisco Real e a Rua Santa Cecília.
                         
Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado, seguindo pela Rua Santa Cecília até a Praça da Fé.
----------------------------------------------

BANGU - BLOCO VIRILHA DE MINHOCA

dias: 10, 11, 12, 13 e 18 de fevereiro de 2018, das 18h às 22h 

Interdição ao tráfego de veículos na Rua Fonseca, trecho compreendido entre a Rua Rio da Prata e a Rua Oliveira Ribeiro.
                         
Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado, seguindo pela Rua Fonseca, Rua Oliveira Ribeiro, Rua Silva Cardoso, Rua Santa Cecília e a Rua Fonseca, retornando ao ponto inicial.
---------------------------------------------------


MAGALHÃES BASTOS -  BLOCO MOCIDADE UNIDA DE MAGALHÃES BASTOS

dia 12 de fevereiro de 2018, das 20h às 22h do dia subsequente

Interdição ao tráfego de veículos na Estrada General Canrobert Pereira da Costa, no trecho compreendido entre a Rua Carinhanha e a Rua Florentino de Vasconcelos.
                         
Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado, seguindo pela Estrada General Canrobert Pereira da Costa até a Rua Bonina, retornando pelo próprio eixo até a origem.
--------------------------------------------------

PEDRA DE GUARATIBA - BLOCO DA COROINHA

dias 11 e 13 de fevereiro de 2018, das 17h às 20h 

Interdição ao tráfego de veículos na Rua Barros de Alarcão - Praça São Pedro.

Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado da Rua Barros de Alarcão, seguindo até a Rua Saião Lobato.
------------------------------------------------

SEPETIBA - BLOCO BOÊMIOS DE SEPETIBA

dia 12 de fevereiro de 2018, das 18h às 22h 

Interdição ao tráfego de veículos na interseção da Rua da Praia do Recôncavo e a Rua São Tarcísio.
                   
Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado, seguindo pela Rua São Tarcísio, Rua Paranabi, Rua Aristides Gouveia, até a Rua José Higaskino.
-------------------------------------------------

BANGU - BLOCO ME LEVA QUE EU VOU

dia 10 de fevereiro de 2018, das 19h às 21h 

Interdição ao tráfego de veículos, na interseção da Rua da Usina com a Rua Silva Cardoso, sem interferir na circulação da segunda até o deslocamento do cortejo.
             
Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado, seguindo pela Rua Silva Cardoso, Rua Santa Cecília e a Rua Fonseca.
--------------------------------------------------------------------------

PADRE MIGUEL - BLOCO DO TAMANCO

dia 10 de fevereiro de 2018, das 11h às 17h 

Interdição ao tráfego de veículos na Rua D, em toda a sua extensão.
                                           

Autorizada a utilização das seguintes vias: Saindo do trecho interditado, seguindo pela Rua Figueiredo Camargo até a Rua Sidney e retornando pelo próprio eixo à origem.
Postagens mais antigas → Página inicial

Aconteceu na Avenida

Aconteceu na Avenida
O editor do blog, Luiz Eugenio, entrevistando o intérprete Willian no Carnaval 2008

Personagens da Folia

Personagens da Folia
Rodrigo Fontes, coreógrafo da Comissão de Frente da Sabiá

Musa da Cadência 2013

Musa da Cadência 2013
Danúbia Gisela, a madrinha da bateria do GRES Tá Mole mas é Meu

Momentos do Carnaval 2013

Momentos do Carnaval 2013
Jéssica. Porta-bandeira do Experimenta da Ilha

Explosão da Folia

Explosão da Folia

Folia e Souza. Campeãs 2015

Folia e Souza. Campeãs 2015