Colunista da Cadência despreza o ego no carnaval e decreta: Somos a agremiação! ~ Na Cadência da Bateria

.

.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Colunista da Cadência despreza o ego no carnaval e decreta: Somos a agremiação!

segunda-feira, 11 de setembro de 2017
Ego, vaidade, inveja. Simpatia, carisma, respeito. Nossa colunista, Lucelia Vargas, traça um paralelo sobre o comportamento de um segmento tão aplaudido nos desfiles das Escolas de Samba e questiona: Afinal, o mundo do samba e o universo das rainhas, musas e passistas gira em torno de que?

O mundo gira em torno de nós, sambistas de verdade!
Por Lucélia Vargas

Cheguei... cheguei chegando bagunçando o samba todo, porque ninguém vai estragar meu dia .... nem minha estrela. Isso é egocentrismo? Não. Isso é funk, não samba ... É referência ao amor próprio. Na vida, devemos sugá-lo ao máximo. No samba, devemos achar a medida certa!

Somos Passistas. Somos Musas. Somos Rainhas de Bateria. Todos os olhares voltam ao nosso foco quando estamos nos apresentando. Somos demais! Apresentamos o nosso melhor. Queremos ser vistas.

Mas espera aí .... Parou ali. Acabou ali. Não somos e nem podemos achar que somos melhores que ninguém por estarmos nesta ou naquela posição. Por que você, que acaba de se apresentar, vira as costas e não cumprimenta os Diretores, não reverencia seu Presidente, não fala com o Mestre de Bateria, não fala com o pessoal que está trabalhando no bar ou limpando a quadra?

Não somos melhores que ninguém. O mundo não gira em torno de você, querida Musa, Passista, Rainha. É tão bonito ver a união. É tão bonito ver simpatia, carisma. É bom receber um sorriso.

Mas o danado do ego existe né. Passistas que se estapeiam para aparecer mais, buscar o melhor posto, o melhor lugar. A ala tem 50 iguais a você! Mas um puxão de cabelo aqui, uma pisadinha no pé ali, um chega pra lá pelo quadril. O lugar é meu e ninguém tasca. Oh .... ego!

Musas são disputa por beleza. Eu quero ser a mais bonita. Eu quero ser a mais destacada. Eu quero fazer lipoaspiração, eu quero colocar próteses... Eu, Lucelia, quero representar a Escola. Isso me basta. E como agora ser Musa virou febre, pronto, elas tão que tão! Oh .... ego!

Rainhas de Bateria. O cargo supremo. Eu sonho, confesso ! Você não? E por você que está ali ser o que todas sonham, você pode ter o direito de não ter um pingo de humildade? Ou você, Rainha, deveria mostrar ser o exemplo de humildade? Oh ... ego!

Vamos então conversar sobre a parte carnavalesca e deixar de lado a parte pessoal. Você foi convidada a estar representando uma Escola de Samba. Você não é você no momento da apresentação. Você é a Agremiação.

Passistas, vocês são realmente lindas. Sambam no pé. Batem cabelo. Mostram o corpo. Mostram a beleza do que realmente o Carnaval é: samba, bailado, gingado, malandragem. Não precisa de ego. Acredite, faça o seu sem querer derrubar ninguém. Assim que crescemos no samba e na vida.

Musas ... ohhh, minhas Musas lindas! Tenho um carinho especial por fazer parte desse time. Vai lá, mostra sim a sua beleza e o seu carisma. Represente a Escola. Mas olha, há um mundo girando ao seu redor. Aliás, há uma plateia observando suas atitudes. Seja Musa. Seja humilde. Seja grata. Seja rara.

Rainhas de Bateria. Mega, master, hiper, ultra motivos para serem egocêntricas. São as mais gostosas. São as escolhidas a dedo. São as melhores. Causam inveja. Empinam o nariz. Ei, psiu, faz isso não. Represente a Comunidade. Represente cada ressoar de um instrumento que a bateria tocar para você sambar. Lembre-se que por trás de você tem um camarada que largou sua família pelo menos uma vez por semana pra estar no ensaio de bateria se esforçando para tirar nota dez. Ele vale ponto. Eles são 10!

E as “panelas”? Sempre juntas as mesmas, você não tem vez. Olhar torto, ela pode tirar o meu Posto. Na minha opinião, é a pior escolha, porque se uma cair, caem todas. A palavra é União.

Vamos ser justas. Óbvio que há exceções. Há Passistas que quando vêem a outra com o salto quebrado, dá a mão e diz: vamos juntas. Há Musas que, por mais q esteja distante da próxima que estará a sua frente ou atrás de você, vem torcendo para que tudo corra bem e diz, boa sorte amiga, estamos juntas. Há Rainhas M A R A V I L H O S A S, que são o retrato da Comunidade, o retrato da Agremiação, a representação da saudação, bonito de ver! Para todas essas, eu tiro meu chapéu.

Vamos nos unir meninas. Não somos mais pela beleza. O Samba agradece nossa União. O Samba agradece nossa gratidão. Seja o diferencial. E o diferencial é apenas ser simples. E humilde.
_________________________________________________________________________________ 

LUCELIA VARGAS
Musa e pesquisadora do carnaval
luceliavargas@hotmail.com

Na Cadência, vai abordar as Rainhas, Musas e Passistas do Carnaval do Rio de Janeiro e de Niterói, através de análises irreverentes, polêmicas e picantes.

Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Aconteceu na Avenida

Aconteceu na Avenida
O editor do blog, Luiz Eugenio, entrevistando o intérprete Willian no Carnaval 2008

Personagens da Folia

Personagens da Folia
Rodrigo Fontes, coreógrafo da Comissão de Frente da Sabiá

Musa da Cadência 2013

Musa da Cadência 2013
Danúbia Gisela, a madrinha da bateria do GRES Tá Mole mas é Meu

Momentos do Carnaval 2013

Momentos do Carnaval 2013
Jéssica. Porta-bandeira do Experimenta da Ilha

Explosão da Folia

Explosão da Folia

Folia e Souza. Campeãs 2015

Folia e Souza. Campeãs 2015